domingo, 25 de março de 2012

A Psicologia e os Perfumes II

Perfume, nada mais é do que a união (mistura) de produtos voláteis, como essências, à álcool. A força de um perfume depende da concentração de extrato aromático e das matérias-primas usadas em sua composição e de seus acordes. Acordes, são a soma, as misturas das essências, aquelas que mais se sobressaem, valorizando o perfume pela qualidade de sua composição.
A fixação de um perfume, leva em conta, fatores como a pirâmide olfativa.
Na pirâmide olfativa temos :

  • As notas de saída (cabeça), dão a primeira impressão do perfume. É nosso primeiro contato, é a percepção do perfume. Extremamente volátil, evaporam rapidamente. São as notas frescas e leves, à base de limão, laranja, bergamota, lavanda entre outras.
  • As notas de coração (corpo), são a alma, o tema, a personalidade do perfume. Normalmente demoram um pouco mais para evaporar do que as notas de saída e, portanto, mais fácil de serem sentidas. São essências menos voláteis e mais pesadas, como flores e folhas, aldeídos, entre outras.
  • As notas de fundo (base) ou fixação, utilizam como fixadores, resinas, que permanecem mais tempo na pele, se fundem na pele, dão o rastro e perduram no ar nos trazendo recordações. São os almiscares, ambarados, amadeirados, o musk, entre outros.
Outro fator de grande importância é o grau de oleosidade da pele. Quanto maior, melhor a fixação do perfume. Explica-se pela própria natureza das substâncias odoríferas que compõem o perfume. Então, se você tem pele oleosa a regra é usar menos perfume, já que este tipo de pele, reage intensamente ao aroma. Ao contrário, se sua pele for seca, vai reter o efeito do perfume por menos tempo. Só não deve compensar aumentando a quantidade. Reaplique com mais frequência. Também terá alteração se estiver ao ar livre, exposto ao calor, ao frio ou em espaços fechados com ar condicionado.
Um aroma, ou estímulos aromáticos, incitam emoções e podem trazer uma “enxurrada” de lembranças. Um determinado cheiro pode suscitar memórias passadas e levar-nos a uma viagem de sensações, nos remetendo a lugares, momentos e pessoas. Influenciar o humor, afetar seu desempenho no trabalho, causar sensação de fascínio, bem-estar, poder de sedução (atração), nos proporcionam recordações agradáveis, até mesmo de momentos de nossa infância. O aroma, perfume, vai estimular nosso “cérebro emocional”, pelo bulbo olfativo, pertencente ao nosso sistema límbico. O cérebro produz uma ligação entre o cheiro e a memória. O aroma exerce este poder de comunicação.
O que buscamos ao escolher uma fragrância para uso pessoal?
Prazer, bem-estar, fascínio e encantamento. O uso do perfume, mexe com sua autoestima. Evocam traços de personalidade, intenções e desejos, provocam calma ou euforia, atração ou repulsa, nos movimenta.

Dicas para adquirir seu perfume
  1. Prefira comprar seu perfume no período da manhã, quando os outros cheiros não a afetaram o seu olfato.
  2. Experimente o perfume nas fitas-provador, se gostar  coloque em sua pele. O melhor local é o pulso, o calor desta área da pele acentua o cheiro. Espere evaporar um pouco. Veja se permanece o mesmo cheiro.
  3. Evite colocar outro perfume no dia e/ou misturar vários perfumes, para não confundir seu olfato.
  4. O fundamental no uso do perfume é não abusar dele. O exagero em sua utilização, incomoda as pessoas a sua volta. Utilize o suficiente para que as outras pessoas sintam o perfume em você e não, em todo o ambiente.
  5. Nunca decida, ou faça um julgamento final sobre uma nova fragrância antes de 10 minutos da aplicação. Este é o tempo mínimo necessário para que a base de álcool do perfume evapore e a química de sua pele reaja ao perfume.
  6. Na hora que for aplicar um perfume, opte por lugares onde a irrigação sanguínea é mais próxima da pele, e onde a temperatura tende ser mais alta, ajudando a evaporação do aroma. Como na parte interna dos pulsos e braços, base do pescoço e orelhas, parte interna dos tornozelos e pernas, e colo.
Sendo Assim, o aroma irá nos despertar uma emoção interior quando o inalamos, mas, para saber se a emoção é boa (agradável)ou não, outros fatores, precisam ser levados em conta. Mesmo assim, o que pode ser agradável a um, não será necessariamente, ao outro. Isto porque cada pessoa é um ser único, com suas experiências e emoções particulares.
Baseado nisto, quando for colocar um perfume, lembre-se: "o perfume anuncia a chegada de uma mulher e prolonga a sua saída" (Coco Chanel).
Na parte III entenda e aprenda, o que os perfumes podem fazer por você e por sua casa para ficarem ok.
Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário